Pêndulo

“A vida assim oscila, como um pêndulo, da direita para a esquerda, entre o sofrimento e o tédio” ― Schopenhauer